Blog

Newsletter

Receba informações no seu e-mail.

Redes Sociais

Radar da Saúde Suplementar #1

Radar da Saúde Suplementar #1

ENTENDA PORQUE A INFLAÇÃO MÉDICA (VCMH) BATEU RECORDE EM 2015, AUMENTANDO O CUSTO MÉDIO DAS OPERADORAS DE SAÚDE EM 19,3%.

Infográfico Custos da Saúde

Evolução das Variáveis de Saúde

O índice VCMH expressa  a variação anual do custo médico hospitalar per capita (p.p.) das operadoras de plano de saúde, entre dois períodos consecutivos de 12 meses. De maneira prática, envolve o preço dos serviços de saúde, inclusão de novas coberturas no Rol de Procedimentos da ANS, o aumento dos preços dos medicamentos e os investimentos no setor.

infografico-evolucao-variaveis-saude

 

A partir de 2011, o Brasil observou o agravamento da crise econômica mundial, com impacto em diversos setores, assim como nos custos médico-hospitalares, observando-se uma tendência de aceleração do crescimento do VMCH desde então.

Como apresentado no gráfico, a variação desses custos apresentou tendência de crescimento acentuado no período de 2015, mantendo-se superior à variação da inflação geral (IPCA). No período de dez/14 à dez/15, o índice do VCMH médio passou de 15,3 para 19,3%, respectivamente, o que corresponde a um aumento de 4,0% p.p.

O que é índice de reajuste ?

O índice de reajuste, divulgado pela ANS, não é um índice de preços. Ele é composto pela variação da frequência de utilização de serviços, novas tecnologias e custos de saúde. Neste ano, a ANS fixou em até 13,7% o índice de reajuste a ser aplicado aos planos de saúde individuais.

Agência Nacional de Saúde Suplementar

A ANS regula o teto dos planos individuais, mas não determina limite para os planos empresariais, por entender que pessoas jurídicas possuem maior poder de negociação junto às operadoras.

Obs.: Cada operadora/seguradora possui seu próprio VCMH.

Como funcionam os reajustes dos planos coletivos empresariais?

infografico-custos-saude_block_7

(*) Break-even médio dos contratos.
(**) Índice médio, que corrige reajuste por sinistralidade para equilíbrio técnico do contrato

Leia mais sobre gestão de saúde empresarial

Fontes:

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)
Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS)
Época Negócios