Blog

Newsletter

Receba informações no seu e-mail.

Redes Sociais

Vacina, sinônimo de proteção

Vacina, sinônimo de proteção

O Ministério da Saúde lançou neste dia 6 de agosto a Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo em todos os postos de saúde do país. A ação visa aumentar a cobertura vacinal e impedir a disseminação das doenças. Neste ano já são mais de mil casos de sarampo confirmados no Brasil e 312 cidades sob risco de volta da pólio.

O principal público-alvo são crianças de 12 meses a menores de 5 anos e aquelas que não foram vacinadas na idade adequada.

Brasil reconhecido internacionalmente em imunização
O país é internacionalmente reconhecido devido aos ótimos índices de cobertura de seus programas de imunização populacional. A poliomielite foi erradicada em território nacional nos anos de 1990 e, em 2016, o Brasil recebeu, da Organização Pan-Americana de Saúde, o certificado de erradicação do sarampo.

Embora tais conquistas sejam marcos importantes, elas geram a falta de percepção de risco por parte da população, que acaba não se prevenindo. O resultado é o reaparecimento de doenças, como tem ocorrido em algumas áreas no país.

Ainda há outro fator que reforça a mudança de cenário: o compartilhamento de notícias falsas. É comum que conteúdos contrários às vacinas, geralmente pautados no agravamento ou até mesmo causa de doenças, sejam compartilhados sem que as informações sejam validadas por instituições ou profissionais especializados.

Em relação ao sarampo, fala-se pelas redes sociais que a campanha de vacinação terá adultos como público-alvo. Mas o Ministério da Saúde alerta que o foco são crianças de 12 meses a menores de 5 anos. Adultos já imunizados não precisarão tomar a vacina novamente.

Para resolver a questão só há uma fórmula: acompanhar o calendário nacional de ações de imunização, disponível nos canais oficiais do Ministério da Saúde, e manter a carteira de vacinação atualizada, garantindo sua proteção e de quem o cerca.

Fontes:
Portal Saúde Abril • Ministério da Saúde • Portal G1
Sociedade Brasileira de Imunizações • Folha de S.Paulo