Blog

Newsletter

Receba informações no seu e-mail.

Redes Sociais

Você é o que você bebe

Você é o que você bebe

No dia 22 de março é celebrado o Dia Mundial da Água, criado em 2004 pela Organização das Nações Unidas (ONU) para chamar atenção para a importância de preservarmos a água do planeta Terra.

Apesar de ser um recurso natural abundante e renovável, que ocupa aproximadamente 75% da superfície terrestre, somente 0,3% da água é potável (a outra parte está congelada ou é salgada e, portanto, imprópria para consumo humano).

Além disso, a água é fonte de vida, por isso a imensa importância em preservá-la; depois do oxigênio, é dela que nosso organismo sente mais necessidade. A quantidade presente no corpo varia conforme a faixa etária e outros fatores como o peso corporal, por exemplo, mas ela sempre está lá: em cerca de 70% do peso de um adulto, 80% em crianças (percentual que pode ser ainda maior em recém-nascidos) e 50% em idosos.

É necessário o consumo de 2 a 3 litros de água por dia – o equivalente a 8 a 12 copos. Essa quantidade varia de um organismo para outro e também depende de outros fatores, como a temperatura ambiente. Uma forma de avaliar se mais ou menos líquido deve ser bebido é prestar atenção na cor da urina: quanto mais escura, maior a necessidade de hidratar-se.

Tudo isso pode parecer óbvio, mas você realmente sabe como a água age em seu corpo? Conheça 6 atividades orgânicas nas quais o líquido interfere diretamente:

1- Otimização das funções cerebrais
Quando temos a sensação de sede, nosso corpo entende ser uma questão de sobrevivência e, por isso, perdemos agilidade e temos a concentração diminuída de modo a economizar energia. O cérebro é o órgão que mais precisa de água, pois é através do líquido que os neurônios trabalham.

 2- Circulação de nutrientes e oxigênio pelo corpo
Um dos componentes do sangue, o plasma, é rico em água, além de outras substâncias, facilitando a circulação de nutrientes, oxigênio e sais minerais.

 3- Regulação do sistema digestório
A água tem um importante papel em processos fisiológicos como a digestão: ela compõe os sucos digestivos e a saliva, essenciais para a quebra do alimento. O líquido contribui ainda no processo de absorção e excreção.

 4- Proteção de estruturas corporais
O líquido das meninges (membranas que envolvem o sistema nervoso) tem água em sua composição e previne impactos que poderiam gerar graves consequências. As articulações entre os ossos também contam com líquido que evita o atrito ente eles e há, ainda, a proteção do embrião em desenvolvimento, que é feita pelo líquido amniótico.

 5- Hidratação da pele, dos cabelos e das unhas
A água interfere na textura, firmeza e elasticidade da pele, podendo amenizar inclusive as linhas de expressão. Isso se estende aos cabelos e unhas, que são anexos da pele e acabam sendo favorecidos pelos benefícios do líquido.

 6- Eliminação de toxinas e saúde dos rins
Eles funcionam como filtros e, ao beber água na medida certa, a limpeza de nosso sangue acontece com mais facilidade, já que as toxinas são eliminadas. É na urina, composta por 95% de água, que as substâncias em excesso ou que não têm qualquer efeito em nosso organismo são eliminadas.

Fontes:
UOL | Minha VidaFolha Vitória | Ponto Biologia | Coworking Brasil | Viva Bem