PROJETO SORRIR – ANS COMEÇA A CREDENCIAR DENTISTAS

Dentistas interessados em participar do Projeto Sorrir, desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), podem procurar as operadoras participantes para aderir à iniciativa. Os profissionais poderão receber remuneração diferenciada mediante a utilização de protocolos clínicos, além de obter orientação acadêmica focada na prevenção e valorização de boas práticas odontológicas. Ao todo, 40 operadoras de planos odontológicos fazem parte do projeto. 

Sobre o Projeto Sorrir

O Sorrir, lançado em setembro de 2016, é uma iniciativa pioneira na história da saúde suplementar e tem como objetivo aperfeiçoar o atendimento prestado pelos planos de saúde odontológicos. O projeto traz benefícios para pacientes, operadoras de planos odontológicos e para os dentistas, que mediante a utilização de protocolos clínicos, poderão receber remuneração diferenciada a partir de indicadores de qualidade.

Na primeira fase, a ANS recebeu inscrições das operadoras interessadas em participar. Os dentistas credenciados às operadoras participantes que desejarem se integrar à iniciativa devem entrar em contato para solicitar adesão junto às operadoras.

O arranjo de prestação dos serviços que está sendo proposto é baseado nas seguintes premissas: divisão do cuidado em módulos que compõem a prevenção e o tratamento, com utilização de protocolos clínicos; introdução de um gestor do cuidado responsável pela coordenação da atenção prestada ao beneficiário; avaliação das ações através de indicadores e medidas de qualidade; utilização de uma medida de qualidade na composição da remuneração do prestador de serviço; e novas formas de comunicar esse novo modelo e agregar valor para o beneficiário e para o prestador. Nessa proposta, o cuidado é focado na atenção básica, onde um dentista de referência é encarregado da atenção.

Quadro_SORRIR_final

O projeto está sendo desenvolvido com a participação e o apoio do Conselho Federal de Odontologia (CFO) e dos professores universitários Ricardo Fisher e Inger Tunas. A implementação ser dará ao longo de nove meses e nesse período sua aplicação será acompanhada e monitorada pela ANS. Ao final, será possível mensurar os desfechos obtidos pelos participantes e comparar com os resultados de quem não faz parte da iniciativa.

Dados do setor

O setor de saúde suplementar conta com mais de 22 milhões de beneficiários em planos exclusivamente odontológicos. São, ao todo, 510 operadoras neste segmento, sendo 414 com beneficiários. No último ano, o número de consumidores em planos exclusivamente odontológicos cresceu 3,8% (815,3 mil a mais que em dezembro de 2015).

Fonte: ANS – http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/qualidade-da-saude/3697-projeto-sorrir-dentistas-interessados-em-participar-devem-solicitar-adesao-as-operadoras